Vanise Rezende - clique para ver seu perfil

BRASIL - UM CONVITE DE GONZAGUINHA

4 de abril de 2017



Nos dias atuais em nosso país, estamos a experimentar a maldade dos fatos e das intenções atordoadas de um governo sem tino nem futuro.  

A democracia é um bem conquistado a duras penas na nossa história, e foi reescrita, com intencionalidade e carinho, na Constituinte de 1988. 

Hoje, o povo não sofre - como outrora - a infâmia dos desaparecimentos e das torturas em lugares obscuros oficiais, mas sente forte, com sua família, a crueza e o descalabro do desemprego.




Para iniciar este artigo consultei alguns dados que citam fontes confiáveis, e nos informam que as taxas de desemprego, no país, em janeiro de 2017, chegaram a 12% atingindo 13,2% no final de março. São números que nos assustam e nos envergonham diante do mundo, mostrando um Brasil que, em pouco tempo, tornou-se campeão incomparável de multidões desempregadas.

As projeções das consultoras citadas - Tendências e GO Associadas - apontam que "só a partir de 2020/2021 o Brasil poderá recuperar o nível de estoque de empregos formais que tinha no final de 2014, quando tinha uma situação de quase pleno emprego". (i)

Assim, a sociedade continuará a assistir a ignomínia das mortes de centenas de jovens, negros e pobres, a perambular nas ruas de uma nação que descolora e desmorece o orgulho pátrio e a Esperança no futuro.      

Os movimento sociais, representativos dos trabalhadores, profissionais e importantes organizações sociais, se preparam para sair às ruas em significante demonstração do querer do povo, da sua palavra organizada, consciente e livre. Essas manifestações significam a expressão de milhares de votos em defesa dos direitos dos trabalhadores e de suas conquistas. E ainda afirma significativa compreensão da responsabilidade coletiva de defender uma educação de qualidade para todos, e serviços públicos universais de saúde e lazer. 

Para apoiar a costura histórica das lutas civis desse povo destemido, reproduzo aqui a letra de uma canção doída e forte do inesquecível cantor e cidadão Gonzaguinha. Seu canto nos convida a seguir firmes, e manter a luta.  


Pequena Memória Para
Um Tempo Sem Memória (ii)


Memória de um tempo
Onde lutar por seu direito
É um defeito, que mata!

São tantas lutas inglórias
São histórias que a história
Qualquer dia contará
De obscuros personagens
As passagens, as coragens
São sementes espalhadas nesse chão
De Juvenais e de Raimundos
Tantos Júlios de Santana
Tanta crença num enorme coração
Dos humilhados e ofendidos
Explorados e oprimidos
Que tentaram encontrar a solução.
São cruzes sem nomes,
Sem corpos, sem datas.

Memória de um tempo
Onde lutar por seu direito
É um defeito, que mata!

E tantos são os homens
Por debaixo das manchetes
São braços esquecidos
Que fizeram os heróis.
São forças, são suores
Que levantam as vedetes
Do teatro de revistas,
Que é o país de todos nós!

São vozes que negaram
Liberdade concedida
Pois ela é bem mais sangue
Ela é bem mais vida!
São vidas que alimentam
Nosso fogo da esperança
O grito da batalha
Quem espera, nunca alcança!



Ê ê, quando o Sol nascer
É que eu quero ver 
quem se lembrará!
Ê ê, quando amanhecer
É que eu quero ver quem recordará!
Ê eu não posso esquecer
Essa legião que se entregou por um novo dia!
Ê eu quero é cantar 
Essa mão tão calejada
Que nos deu tanta alegria!   
E vamos à luta!    



------------------------------------------------------                                                  
 (i)  g1.globo.com/economia/noticias/desemprego-ainda-deve-subir-em-2017
(ii)  Letra copiada do site: https://vagalume.com.br/gonzaguinha, comparada com a voz gravada do autor, disponível no mesmo site.


Créditos das Imagens:

1. Foto de Gonzaguinha - www.averdade.org.br-2015/09-70-anos-de-               gonzaguinha
2. In: elpais/12.09.2016/manifestação-na-av-paulista - Stringer (Reuters).


Nota: As imagens publicadas neste blog pertencem aos seus autores. Se alguém possui os direitos de uma delas e deseja que seja removida deste espaço, por favor entre  em contato com vrblog@hotmail.com 

Posts + Lidos

Desenho de AlternativoBrasil e-studio