Vanise Rezende - clique para ver seu perfil

A GREVE DA FUP - PETROBRÁS, E UM ASSASSINATO QUESTIONADOR

17 de fevereiro de 2020

Hoje, diferentemente dos textos de sempre, trago dois vídeos com informações relevantes sobre alguns fatos recentes, de extrema importância para o nosso país.

O primeiro vídeo fala sobre as posturas políticas e econômicas e a militarização do governo Bolsonaro - no qual também se registra o que disse o presidente no seu primeiro  comentário do assassinato de Adriano Magalhães da  Nóbrega,  tido pela imprensa como um seu colaborador.  

Essas questões são comentadas pelo diretor da Opera Mundi, Bruno Altmann, grande conhecedor das políticas internacionais e de políticas públicas no nosso país - em diálogo com Leonardo Attuch, jornalista diretor da TV 247.

Nós recomendamos vivamente a divulgação desse vídeo, dada a importância e a excelência das análises apresentadas.  

       Ver: https://youtu.be/S86BDRmLxM



O governador do Maranhão, FLÁVIO DINO, também comentou no Twitter, sobre a morte do Adriano Magalhães da Nóbrega.

O registro está na Carta Capital desta semana:

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), também comentou sobre a morte  do miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega, morto no último dia 9, na Esplanada (BA): 

"Morte de miliciano acusado de crimes não deveria ser assunto do presidente da República, e sim da Polícia. O presidente da República deveria ter outras prioridades: desemprego; crescimento da economia; preço do gás de cozinha; educação e saúde, entre outros", afirmou Dino neste domingo 16.

            ==============================


O segundo vídeo,  igualmente importante,
foi divulgado hoje, 17.02.2020, por Deyvid Bacelar, diretor da 
FUP Federação Única dos  Petroleiros,  que declara apoio a uma possível greve dos caminhoneiros.

TV 247
17 de fevereiro de 2020             
Confira: https://youtu.be/vpP--yz5QmY



   

Mais uma informação importante:

No Twitter, a presidente do PT Gleisi  Hoffmann @gleisi, explica à população como a Petrobrás chega ao preço do botijão de gás, cujo valor já não é mais acessível para milhares de domicílios de baixa renda. E como os petroleiros sugerem um valor que seria mais justo, na ponta.


         @gleisi = "Veja a composição do preço justo para o botijão de gás! O problema do preço alto hoje é a política da Petrobrás, que computa custos internacionais para vender o gás que ela produz, tudo para beneficiar apenas os acionistas privados. O povo fica no prejuízo."





            Deixamos aqui uma questão:
   
           Dá para entender essa grande interesse de um governo que só governa para facilitar a vida dos seus parceiros investidores - cujo trabalho é fazer mais  dinheiro com aplicações no banco, em lugar de atender às graves necessidades do povo empobrecido? 
           Com os preços atuais dos bujões, milhares de família  voltaram a fazer a sua comida com fogo a carvão ou lenha.  


-------------------------------------------

Fonte da informação:

TV 247 - Youtube - 17/02/2020

Carta Capital - www.cartacapital.com.br - 17/02/2020

@gleisi


Crédito das Imagens

1. Foto de Deyvid Bacelar, presidente da FUP, copiada do vídeo divulgado  sobre a greve dos petroleiros.

2. Imagem da nova capa da Carta Capital n. 1093 - fevereiro, 2020.

3. Foto dos petroleiros em greve - divulgação

4. Foto de Gleisi Hoffmann - @gleisi


Nota: As imagens aqui postadas pertencem aos seu respectivos autores. Se algum deles não estiver de acordo com a sua reprodução, neste espaço, por favor comunique-se conosco fazendo um comentário neste postagem.






    


Nenhum comentário :

Deixe seu comentário:

Posts + Lidos

Desenho de AlternativoBrasil e-studio