Vanise Rezende - clique para ver seu perfil

O DOM DA VIDA - POESIA

1 de maio de 2016





Vão-se ungidas as águas na ventania
E na força do Mar no seio da Terra
Dia e noite a embalar-se em sintonia
Ao redor do Sol e da noite em sentinela.

Vão-se as águas e sobem gasosas ao céu
Em berços de bolhas pra dormir estrelas
E acolhem a Lua em seu límpido véu,
Quando o Sol às escondidas a engravida.

No correr do tempo que morre e recria
A fauna, a flora, e as criaturas
Descobrem o amor e a dor e a alegria...

A Luz que brilha e a Esperança da Vida
A fluir e a maturar nas desventuras...
Que dom, oh Deus, te faço dessa lida!?

vanise rezende
Recife, 01.05.2016


Posts + Lidos

Desenho de AlternativoBrasil e-studio