Vanise Rezende - clique para ver seu perfil

A PEDRA DA JUVENTUDE

1 de outubro de 2016




Recebi – de um casal de queridos amigos italianos, como sinal de presença no meu aniversário – um texto poético do qual ainda não consegui identificar a autoria. Assim, publico-o à espera de identificar a autoria mais tarde, enquanto imagino que se trate de alguém que teria mais de setenta anos quando escreveu esse poema ao mesmo tempo tão sábio e tão belo.  


Não se envelhece pelo simples fato de se ter vivido muitos anos, mas só quando se perde o próprio sentido da vida.



Se o passar dos anos deixa suas marcas no corpo,
A renúncia ao entusiasmo deixa sulcos na alma.
O desinteresse, a dúvida, a falta de confiança,
O temor e o descrédito
Representam longos e longos anos
Que fazem encurvar o corpo
E conduzem o espírito à morte.


Ser jovem significa conservar, aos sessenta
ou setenta anos.
O amor pelo maravilhoso,
O entusiasmo pelas coisas inebriantes  
E pelas ideias luminosas;
O desafio intrépido diante dos acontecimentos;
O insaciável desejo da criança por tudo o que é novo;
A significância agradável e feliz da existência.






Sereis jovens até quando o coração souber receber
As mensagens da beleza, da audácia, da coragem,
Da grandeza e da força que chegam da Terra,
Ou de Alguém, ou do Infinito.



Quando todas as fibras do coração forem dilaceradas
E sobre elas se acumular a neve do pessimismo
E o gelo da desfaçatez
É então, somente então,
Que a velhice chegará.



 -------------------------------

 Crédito das Imagens:

1. The grand mother - Pintura de Morteza Katouzian, o.s.t. 80x60cm/2009.
    Publicada in: www.mestresdapintura.blogspot.com.br

2. Arborismo - Comemoração dos meus 70 anos.

3. Foto no Marco Zero - Recife-PE (Brasil).

Nota: As imagens publicadas neste blog pertencem aos seus autores. Se alguém possui os direitos de uma dessas imagens e deseja que ela seja removida deste espaço, por favor entre em contato com: vrblog@hotmail.com


Posts + Lidos

Desenho de AlternativoBrasil e-studio