Vanise Rezende - clique para ver seu perfil

A DOR DO MUNDO

15 de novembro de 2015






O meu abraço longínquo 

aos irmãos franceses 

ou não,

atingidos pela onda 

desumana da crueldade.








ABRAÇO UNIVERSO


De tanta dor no mundo espraiada
Dos abalos infames, traiçoeiros,
De aleatórias mortes provocadas
Ventania de ódio em nevoeiros...

De tanta falta de serenidade...
Da infame lei de revidar no engodo,
Na guerra, na cegueira e na maldade
Que a violência traz ao mundo todo...

Dessa vontade de abraçar os tristes
Frente à guerra, ao terror, ao gesto insano,
Dessa dor que se espalha sem limites...

De tantos ais, e tanto desengano,
Este desejo meu, essa vontade,
  De um revide universo, mais humano!  


------------------------------
Soneto - www.vrblog.hotmail.com
Imagem - www.canstockphoto.com.br
Soneto publicado, em 2016, no livro: Antologia Poética Sarau Brasil 2016, p.21   Concurso Nacional Novos Poestas - Isaac Almeida Ramos (Org)
www.vivaraeditora.com.br

Posts + Lidos

Desenho de AlternativoBrasil e-studio